8 de fev de 2011

Destino ou Coincidência?


Bem, em todo caso, a resposta para essa pergunta varia de pessoa para pessoa. Alguns acreditam no "por acaso" e outros "no que está resevado para si".

Eu acredito em destino.
Mas estou aqui, não para fazê-los mudar de idéia, mas sim para tentar mostrar que toda essa idéia de "Destino" não deve ser descartada.

NADA acontece por acaso. NINGUÉM aparece em nossas vidas por acaso. Mas infelizmente nada dura para sempre. Vamos entender:

Imagine a seguinte situação. Alguém muito especial aparece em sua vida e vocês, com o passar do tempo, aprendem a se gostar, se dão super bem (amizade ou relacionamento). Está tudo bem até que, de repente, você se depara com a desagradável realidade, tudo isso acaba. Simplesmente o que era perfeito, vai embora.

O que acabamos de ver é o que podemos chamar de "momento passageiro".
Como assim? Veja bem, nós próprios estamos vivendo de passagem, portanto, devemos desfrutar de cada momento que nos é prazeroso e fazer destes, momentos inesquecíveis.

Penso que nem mesmo a pessoa mais inteligente do Mundo pode considerar-se um gênio e dizer que aprendeu tudo. Aprendemos algo novo em cada momento de nossas vidas, considerando assim, uma "etapa concluída" de mais um capítulo do nosso livro espiritual. E acredite, é a mesma coisa quando digo que se trata de pessoas que passam por nossas vidas. São passageiras, mas podem ter sido as principais personagens que fizeram daquele capítulo de seu livro um dos mais importantes, porque por mais que não tenha durado, você aprendeu algo com elas.

E se parar para pensar, verá que, de fato, é realmente verdade quando eu digo que aprendemos com cada momento e pessoas. Sejam momentos bons ou ruins, concerteza amadurecemos com certos acontecimentos ou aprendemos que cada momento bom deve demasiadamente ser valorizado.

Então ressalto que o principal responsável por acontecimentos em nossa vida é o próprio Destino. E entrando um pouco em espiritualidade, é a questão do livre arbítrio. Deus nos dá dois caminhos o bom e o ruim. O caminho bom concerteza é mais difícil, é estreito, com barreiras e obstáculos a todo momento, mas se continuarmos, seremos compensados no fim; e o caminho ruim é aquele fácil, largo, onde tudo que ganha-se facilmente, perde-se do mesmo modo. Então cabe a nós escolhermos o que é certo e errado, pois o Destino é você quem faz, só você pode escolher mudá-lo ou não.

13 comentários:

J.R. disse...

Muito bom o seu texto!!! Na minha opinião, coincidências não existem!!! Parabéns pelo blog. Abraço.

Laura B. disse...

muito obragada J.R. :)
E você tem razão. Acredito que alguns usam o termo coincidência como "desculpa" para certas ações do Destino.

Láh/ disse...

Ah, eu prefiro não saber a verdade sobre o destino.
Pra mim, tanto faz se minha vida já foi pre-definida ou não.
O negócio é viver seguindo nossos valores e fazendo com que alcancemos os nosso objetivos. ^^

William disse...

Olá Laura,
Pois é, uma coisa meio complicada para termos certeza. O destino é feito pelas próprias pessoas em tudo. Porém, não há como negar que algumas coisas acontecem sabe-se lá porque....
Tenho minhas convicções e mesmo assim e me encontro em dúvidas de vez em quando.
Obrigado por passar lá no blog e seguir. Estou por aqui e seguindo também.
Ótima quarta feira pra ti.

Laura B. disse...

Láh, e você esta certa, porque como eu penso, nós mesmos mudamos nosso destino. Então cabe somente a nós sabermos o certo e errado e decidir se vamos ou não :)

Laura B. disse...

Willian, realmente. Mas acredito que tudo que acontece tem um motivo, porque não é possível, a cada momento nós estamos aprendendo algo novo (altos e baixos sempre), e são essas coisas que acontecem assim, de repente, que nos fortalecem e, por minimo o efeito, é de grande tamanho para nossas vidas :)

Imagina, obrigada você :}

Karol Carvalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karol Carvalho disse...

Gostei de verdade,e também gostei do ressalto que deu sobre "o destino somos nós quem fazemos",e em parte,eu creio que o nosso destino também é Deus,pois tudo que vem em nossa vida tem um propósito,um significado,pois ele quer que você aprenda ou saiba de algo.Portanto tudo aquilo que não prevemos,é o que chamamos de destino!
Parabéns pelo seu blog,é de jovens assim que o mundo precisa.
ps:sorry por ter apagado o outro comentário,tinha errado umas coisinhas issaouha

Beijos :*

Laura B. disse...

Concerteza Ká, Deus está presente em tudo mesmo. E como você mesma disse, são propósitos :) Muito obrigada viu, fico feliz que tenha gostado!!


*[coxixando] sobre o comentário excluído, não se preocupe, acontece, hihi :P

Mayara disse...

Eu acredito no Destino também, certo, algumas vezes é pura coincidência, mas... na maioria, pelo menos pra mim, é destino! E olhe lá, hehe.
Adorei o texto e o blog, seguindo ;*

Cris Mitsue disse...

Acredito em destino também, mas não somos nós quem fazemos o destino. Se o destino existe, é porque tudo que faremos, será de tal forma. Mas não quer dizer que somos os responsáveis, já que se certas coisas "pré-definidas" terão que acontecer, é porque irão acontecer, não há explicação pra isso e não há forma de tentar entender isso.

Já "deus" no meio.. Bom, não meto espiritualidade nisso. Vai com a crença de cada um. O "deus" de cada um.

>:# disse...

Eu sei que é difícil confrontar idéias, mas eu acho que se o destino realmente existe nós não podemos mudar, porque o destino é um caminho traçado por Deus, você pode mudar a ordem das lições que deverá aprender e não a lição a ser aprendida (não sei se deu para entender).
E eu acho que quem acredita em desstino normalmeent acredita em Deus, e quem acredita em coincidência normalmente são ateus.

Jeze Agner disse...

Destino.

Ei vc escreve bem hein...

Ah...concordo contigo, neste mundo quem naum tem opiniao, sera dependente dos outros pra sempre.
Tô te seguindo.

VISITE:
http://jezeagner.blogspot.com