26 de dez de 2015

A Grande Colheita



Se a nossa vida é um livro, se a cada dia nos é dado uma nova folha em branco, folha esta que pertence somente à nós e é de extrema responsabilidade nossa preenchê-la, que tal começarmos a escrever sobre a verdade?

A Verdade em todas as suas faces, em todos os seus caminhos, em todos os seus sentidos. Só existem colheitas quando um dia foram plantadas sementes. Como colheremos reconhecimento e valorização se não plantamos a dedicação? Como colheremos empatia se nos esquecemos de plantar o carisma? Como colheremos honestidade se somente plantamos desequilíbrio? Nossa vida é uma grande oportunidade de aprendizado, entretanto, é de extrema responsabilidade nossa absorver de todo esse ensinamento. 

O livro de nossas vidas é o mais belo de todos, é único. Somos os escritores de nossa própria história. Nos colocamos onde estamos, nós mesmos elegemos nossa família e amigos. Nós decidimos nosso emprego, nossa casa. Decidimos se, diante de qualquer situação, reagiremos com fé e otimismo ou tristeza e desânimo.

Não existe colheita de amor para quem não o plantou. Não existe fruto algum sem cultivo. Mas ainda é tempo. Você pode ainda hoje começar a cuidar e cultivar em sua horta da vida. Imagine-se como o grande jardineiro de seu universo interior. Você é quem decide quais flores e plantas brotarão e também quais poderá dar de presente aos outros. Também precisa ser dedicado e determinado a não permitir que nenhuma praga ou erva daninha adentrem seu jardim, a fim de lhe desviar do grande propósito de viver o belo, o harmonioso. E eu convido à você, a cada dia, após cuidar do jardim com todo amor, registrar o progresso nas páginas em branco que te é fornecida dia após dia, do seu livro da vida. 

Se não plantarmos amor, caridade, companheirismo, empatia, harmonia e sentimentos bons, de nada adiantará dizer que a grama do vizinho é sempre mais verde. Viva intensamente cada momento, plante, cuide, cultive com todo amor o seu jardim e a vida te trará bons frutos!



                                                                                                                                           Laura Beatriz.

17 de dez de 2015

Deixa o Amor Fluir!


"Você não tem sentimento, garota? O seu coração é de pedra? Por que essa frieza? Solte-se! Reaja! Não há mais como fugir de mim, eu sou seu, somente seu e você é minha, somente minha. Nada mais vai nos separar. Somos livres, nada mais importa, só o que sentimos. Entregue-se e deixe acontecer o que você deseja!(...)" 

Todos já passamos por altos e baixos em relacionamentos. Acreditamos, sonhamos, idealizamos...nos desiludimos. E essa é a pior parte, não é? Mas e se nós passássemos a enxergar tudo o que ficou para trás como ferramentas de lapidação de nós mesmos? Tenho certeza de que aquilo que ficou para trás, tem de permanecer lá mesmo, mas os ensinamentos que tivemos com tudo aquilo, levaremos para sempre. Foram eles quem fizeram de nós o que somos agora.

O problema é quando nós não conseguimos nos desprender daqueles fantasmas, né? Acabamos machucando o presente sem necessidade. São alusões criadas por nosso subconsciente, que ainda nos prendem falsamente à uma realidade que não é mais a nossa. São águas passadas. Deixa ir embora. Liberte-se disso, não é seu, nunca foi, apenas passou como todos os instantes de nossa vida também passarão. 

Costumo dizer que uma das nossas maiores sinas é carregar bagagens. Isso é um grande problema, pois nos limita em uma série de coisas. É uma semente com ramificações de medo, ansiedade, agonia, egoísmo, orgulho....e dentre tantos outros sentimentos ruins, que apenas nos levam ao abismo sem fim. Portanto vamos nos permitir! Soltar essas bagagens. Dizer para nós mesmos "Basta! Não quero mais! Isso não é meu. Nunca foi meu. Estou abrindo os olhos para a verdade. Estou abrindo os olhos para mim!". E assim meus queridos, é chegado momento de cuidarmos mais de nós. Quanto tempo não já perdemos carregando problemas e situações que se quer faziam sentido ou foram de fato nossos, sem nos cuidar, se preocupar e pensar em nós mesmos?

Ainda é tempo! Sempre é tempo e com certeza você já ouviu que nunca é tarde. Vamos ser felizes, vamos nos permitir. Deixa fluir o Amor! Deixa fluir a alegria de viver! Deixa fluir seus sonhos e desejos mais profundos! Seja Feliz! A vida só sorri para quem sorri para ela ❤
                                                                                                                     


                                                                                                                            Fiquem com Deus!
                                                                                                                                     Laura Beatriz